sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

Detalhes


Infinitos pensamentos vagos
Algo está passando por dentro
Arrastando metades, me desfazendo.
Pensamentos intrusos e corrosivos.

Algo está passando por mim
E mergulhando dentro do meu ego
Transformando minhas substâncias
Roubando minha realidade.

Um oásis de alegria transbordando
Eu me sinto rio a desaguar
Estou sendo invadida
E essa benevolência malevolente
Está inviabilizando minha razão.

Desconstruindo-me e renovando-me
Abraço mudo que tudo diz
O concreto e abstrato se misturam
A fórmula exata de um coração.

Antes dois... Agora um.
Antes só... Agora não mais.
Antes vazio... Agora completo.
Antes metade... Agora inteiro.

Olhar distraído vagando...
Ruas chuvosas, um encontro.
Meu pensamento em você.
Os cinco sentidos que te sentem tão bem.

A vontade de você
A necessidade de você
A saudade de você
Como se você já me fosse eu.

Você que é realidade
Já me foi sonho
Você que é meu presente
Também será futuro!

Um gesto, um jeito, um carinho
São motivos...
Motivos incertos e incalculáveis.
Está na essência, na fragilidade.


Como numa dança lenta
Ou uma melodia suave.
Como um dia ensolarado
Ou tardes em tempestades.

Você que eu sinto tão bem
Que se infiltrou em meus poros
Abrigou-se dentro do meu peito
E contraiu todos os meus músculos
Com a sua verdade, tão minha!

Você que me desmancha por inteira
Que me prende em seus laços
Que constrói novos passos.
Me reinventa,me molda, me acalenta.

Você que é contradição
Faz guerra e traz paz.
Baixa a cabeça, mas não solta minha mão.
Que entristece de tanta alegria.

Você que me faz nociva
Que me guarda por dentro,
Me toca por fora, me sente.
Você que me envolve, me enlaça.

Ah... Você!
Você é pequenos detalhes
E eu amo cada particularidade sua
Que faz de mim e de você um NÓS.

Esta poesia eu fiz especialmente para meu amor Júnior Vaz, espero que vocês tenham gostado.
Aproveitando para convidá-los a visitar o blog Pedacinhos do Céu, cheios de poemas tão lindos e leves de se ler.