sábado, 5 de março de 2011

Confissões















-Confesso que sempre tive medo de você!
Ela disse e ele ficou apreensivo por alguns segundos antes dela continuar.
-Tive medo de você me deixar. Medo de ficar sem sentir esse seu abraço- ela o abraçou- Como é bom te abraçar. Medo de ficar sem seus beijos- ela o beijou- medo de não sentir seu perfume- disse enroscando-se em seu pescoço- Medo de não o sentir perto, bem perto.
-Eu também confesso que senti medo.
Ele disse.
-E qual seria?- ela perguntou curiosa.
-De ter que fazer tudo isso que disse por achar que você sentia medo de mim.
Ele disse sorrindo. E então beijaram-se.



Finalmente consegui escrever um conto mais prolixo. Só não sei se ele irá agradar a vocês, meus leitores. Espero sinceramente que sim. Obrigada pelo carinho de vocês, é mesmo gratificante!